FELIPÃO: Tá em casa

“Tem que ter raiva de por#@ de Corinthians”; é essa a pegada que a gente leva pra arquibancada e o quanto jogaremos com sangue nos olhos, diante “deles” e todos os outros. Não tem como falar essa frase e não se pegar pensando em 1999 e 2000, que foram anos de ouro para nós. Agora já é fato. Você no comando do Verdão. Estamos ansiosos pelos próximos jogos, pelas próximas movimentações na composição do time e pelo Felipão à beira do gramado.

“motivado para ganhar muito” 

Na coletiva de apresentação, vimos um Felipão bem consciente de todo o momento do Palmeiras. Especialmente com foco em todas as competições. Deixou claro.

Felipão chega para comandar o Palmeiras pela terceira vez.

A gente precisava de você, para dar uma organizada no elenco repleto de estrelas e um pouco mimado, diga-se de passagem. O vestiário precisava de alguém que fosse pulso firme e não coloque como prioridade os holofotes da mídia.

Alguns te acham ultrapassado, afinal, você é técnico medalhão e beira os 70 anos, mas quem fez bons trabalhos, não esquece jamais. Sim, o futebol mudou e muito de alguns anos pra cá, mas você tem a magia em suas mãos e coisas ruins não apagam as boas coisas, fica tranquilo.

Alguns questionaram e ainda questionam a sua volta, afinal, a última passagem deixou um doce e um amargo em nossa vitoriosa história. Apesar da Copa do Brasil, com um elenco de qualidade técnica bem questionável, ainda assim conseguiu levantar a taça! Depois… bom, todos sabemos o que aconteceu naquele fatídico 2012 e foi angustiante. Se for para fazer apenas um pedido é: abrace os mata-matas, mas não esquece daqueles pontos corridos, por favor.

Temos duas gerações de Palmeirenses, e todas são consideravelmente corneteiras. Basicamente a versão Júnior da “Turma do Amendoim” e essa nova geração deu uma cornetada a mais pela sua volta. Já os antigos, ficaram contentes… e dá para entender, né? Geração 2000 lembra de uma fase péssima do Palmeiras e você estava lá. Mas geração dos anos 70, 80 e 90, só conseguem lembrar das inúmeras coisas boas que você fez: não bastou fazer o Palmeiras ser campeão da Libertadores em 99. Eliminar nossos rivais em 2000. Muitos lembram do Penta em 2002, onde você levou São Marcos e foi campeão do mundo.

“É com alegria e muita satisfação e orgulho que volto ao Palmeiras”

Mostra pra essa nova geração, quem é o Luis Felipe Scolari. Surpreenda a todos, seja aquele técnico ranzinza, brigão, mas que faça a nova família Scolari. E estaremos todos aqui, te apoiando, incentivando e torcendo muito por um Bi na Libertadores.

Seja bem vindo, de volta, mais uma vez: Felipão